My Love Fics @ 12:14

Qua, 14/12/11

Desculpem fiquei sem net msm ....

 

Cmo podem ver o blog mudou d visual e tem novas novidades k podem ser mas ou boas :/

 

Vai ter uma nova fanfic!!!! Desculpem mas n tenho mais ideias para a outra :S Se kiserem continuar , continuem mas avisem-me. 

 

Nesta vex a fic é apenas sobre o Justin, mas a persongem principal tem tudo a haver cmg por isso.... n sei se vao gostar, vamos ver :)

 

Continuem a comentar adorei todos os vossos comentarios :) Temos de chegar aos 50!!! :D

 

 

Bem aki esta as personagens  e o 1 capitulo da nova fic :)

 

 

Never Say Never - Personagens!

 

 

Justin Bieber 

É um rapaz divertido, simpático e quando está zangado é do piorio.  Quando vai para Portugal fazer o seu ultimo concerto da tour choca com uma rapariga – Brian S. – o que acontecerá? Eles vão-se apaixonar um pelo o outro? Ou será que se vão odiar?

 

 

 

 

Brian S.

É uma rapariga simpática, divertida, extrovertida mas que no primeiro encontro/momento se vai fazer de tímida. Enquanto andava na rua de sua casa a passear e a pensar na sua vida que está e vai passar uma maré de azar. Ela é uma fã do Justin Bieber e quando ele decide vir cá ela não pode ir ao concerto! Mas será que enquanto andava na rua irá chocar com o seu maior ídolo? Será que esta maré de azar vai passar ou está para durar muito tempo?

Descobre a resposta a estas perguntas nesta fic!

 

 

 

Capitulo 1

 

 




My Love Fics @ 16:03

Qua, 06/07/11

 

 Os posts do blog passaram a ser privados. Se queres ver a minha fic e outras coisas segue-me e diz neste post que me segues e eu seguirei-te e poderas ver os meus post!

Bj




My Love Fics @ 11:59

Qua, 06/07/11

 

Hi :D

Estive a pensar e o visual do blog vai mudar todos os vezes. Vou tentar encomendar no mesmo blog de encomendas de todos os meses, que neste momento é o Mega-Encomendas. Mas como o Mega-Encomendas está um pouco lento vou tentar encomendar no blog Summer Cherry. Acho que faz encomendas muito boas, ainda não encomendei la, mas pelas encomendas que eu vejo ela fazer para outras pessoas faz mesmo um bom trabalho :).

No dia 1 de Agosto o blog vai mudar de visual. Vou encomendar a encomenda 2 dias antes. Espero que gostem da minha decisão ;).

Bj




My Love Fics @ 22:07

Dom, 03/07/11

 

I Love... My Family

I Love... My BoyFriend

I Love... My Father and Mother

I Love... Twilight´

I Love... Justin Bieber

I Love... My BestFriend

I Love... Cat

I Love... Dog

I Love... Bears

I Love... Selena Gomez

I Love... Jelena

I Love... Miley Cyrus

I Love...

 

Everything




My Love Fics @ 22:14

Sab, 02/07/11

 

 

Capitulo 4

 

 

De repente ouvi uma conversa entre a Esme e o Edward:

 

- Gostas mesmo dela não é, filho? – disse Esme.

 

- Sim… Não imaginas o quanto! – respondeu Edward!

 

Espera ai! Eles estão a falar de mim? Não, ele pode estar a falar de outra rapariga!

 

- Aqueles caracóis, os olhos verdes… Eu gosto de tudo nela! – disse.

 

Levantei-me fui ao espelho e… É que tenho mesmo caracóis e olhos verdes! Ai… Eles estão a falar de mim! Ele gosta de mim!

 

- Eu sei filho! Desde que ela saiu da porta do aeroporto que eu me apercebi isso!

 

- Mas hoje… Será que ela já se apercebeu que gosto dela? Fiquei mesmo com o coração nas mãos a vê-la sair daquela porta fora, para depois voltar assim! – ahhhhh. Só me apetecia gritar! Raios me partam!

 

Não fui capaz de ouvir mais nada! Eu tinha de sair desta casa, o mais depressa possível. Agarrei numas roupas quaisquer, e pôs dentro duma mochila e sai do quarto.

 

Ai que raiva eles estavam mesmo à porta do mesmo quarto!

 

- Se não queriam que eu cá viesse para casa mais valia dizerem! Esme agradeça ao Edward! Ele é que me fez tomar está decisão! – disse começado a descer a grande escadaria – Já não estou para sofrer mais! – como já estava na porta de saída virei-me para Edward – E aposto que só puseste a falar com a Esme à frente do meu quarto para que eu ouvisse e saísse de casa. – parei para respirar, já estava com os cabelos em pé com tanto nervosismo -  Parabéns Edward! Acabaste de conseguir o que querias!

 

E sai de casa.

 

Sinceramente não sei onde vou. Já sei. Vou ligar ao Justin.

 

Inicio da Chamada

 

Justin: sim?

 

Eu: Sou eu Justin!

 

Justin: O que se passa?

 

Eu: Posso dormir em tua casa?

 

Justin: Porquê? O quê que se passa? Nunca quiseste para cá dormir!

 

Eu: É que houve um problema! Sai de casa dos Cullen… (começo a chorar)

 

Justin: Pronto acalma-te! Onde é que estás?!

 

Eu: Estou mesmo à frente da paragem do Centro! E está a aparecer jornalistas à minha frente!

 

Justin: Eu vou já para ai não te preocupes.

 

Fim da Chamada

 

Já estava rodeada de jornalistas a fazerem-me perguntas!

 

- Você e o Justin Bieber são amigos? – perguntou um.

 

- Em directo para a CCB: Você e o Justin Bieber são namorados? – pergunta outro.

 

Ai que nervos! Já estava enervada e agora isto!

 

- Eu e o Justin somos só amigos! Nada mais! – “Infelizmente” pensei.

 

- Para a revista Bravo de Portugal: Ele beija, como dizem, bem? – perguntou.

 

- Acha que eu beijei-o, se somos só amigos? Vocês às vezes!!! – disse – Se não se importarem não vou responder a mais perguntas!

 

Passado mais cinco minutos, ouvi uma buzina de um carro e todos, incluindo eu, olhamos.

 

Finalmente era o Justin!

 

Fui a correr em direcção ao carro e fomos a caminho da casa do Justin.

 

- Então o que se passou para saíres de casa dos Cullen? – perguntou.

 

Eu expliquei-lhe tudo. No fim, com os nervos e tudo isso, já estava a chorar.

 

- Pronto, já passou! Agora vamos para minha casa e apresento-te a minha mãe.

 

- Mas Justin… Eu já conheço a tua mãe! – disse a rir-me.

 

- Sim… Mas eu estou dizer… Pessoalmente. – disse o Justin atrapalhado.

 

Começamo-nos a rir.

 

Será que a Pattie vai gostar de mim?

 

Sim, eu sei... É um bocado pequeno mas não estava com inspiração! Bj! Espero gostem!

 

 

 

 




My Love Fics @ 14:45

Sex, 01/07/11

 

Então isto é assim! Andava eu no forum do Justin Bieber quando recebo uma MP: Olá ,será que me podes dar o teu mail pa falaramos Embarassed ? - era duma tal Mary.Bieber.
Dei-lhe o meu mail. Então começamos a flar. Aos poucos conhecemo-nos.

E agora passado menos de uns dias posso dizer que sem ela não consigo viver. É, tipo, o ar que eu preciso respirar. Mesmo nestes poucos dias já lhe disse: "Adoro-the" ou "Amo-the". Encontrei a minha alma gémia mesmo ela estado um pouco longe de mim. Até já planiamos as coisas para ir-mos juntas ao Rock In Rio para o proximo ano.

Por isso, quero-te dizer que para mim és mesmo a minha Best Friend a minha maninha. Mesmo estado longe, uma da outra, parece que estas aqui, a meu lado.

Por isso tudo que ja disseste e fizeste tenho de te dizer isto: Amo-the amore, tal como és! :D




My Love Fics @ 14:32

Sex, 01/07/11

Olá, ola! Como vêm nao vi para postar mais um capitulo da fic. So vou poder posta-la pa semana :(

Vim postar uns looks bue bacanos da minha "mana"! Ela tb é fa do JB por isso n se admirem se tiverem la coisas dele!!! Bjs espero k gostem!

 

Para uma Saida:

 

 

 

Shopping:

 

 

 

 

Party:

 

 

 

Pijama:

 

 

 

Saida à noite:

 

 

Andar na rua:

 

 

 

Praia:

 

 

 

Tardes no Shopping:

 

 

 

Espero que gostem :D




My Love Fics @ 12:05

Sex, 01/07/11




My Love Fics @ 00:27

Sab, 25/06/11

Capitulo 3


Acordei já no dia seguinte e era umas 09horas. Olhei para o meu lado e tinha o Black sentado.

- Bom dia, Black. – disse dando-lhe uma festa na cabeça. Devem pensar que eu sou maluca, mas não sou!!!

Olhei para a minha mesinha de cabeceira e tinha um bilhete, que estava preenchido com uma coreografia elegante:

 

“ Bom dia Bella.

Quando acordasses queria  - se fosse possível -  falar contigo. Estou na sala de estar à tua espera.

Edward.”

 

Que estranho, o Edward quase nunca se dirigiu a mim, agora manda-me um bilhete que quer falar comigo e que está na sala? Aqui à gato!

Vesti os calções, a t-shirt e com as sapatilhas que comprei ontem e dirigi-me à sala de estar.

Como prometido o Edward estava lá à espera de mim.

- O que queres falar comigo? Passa-se alguma coisa? – disse ao sentar-me.

- Não, apenas queria saber um pouco mais de ti, da tua vida. – informou-me.

- O que queres saber?

- Eu tenho algumas perguntas, mas aquela que me está a intrigar-me mais neste momento é a seguinte – suspirou – Como conheces-te aquele rapaz?

- Ele é o Justin Bieber. Ele é muito famoso e eu sou uma das suas milhares de fãs. Por acaso eu ia no mesmo avião e ao lado de mim. Uma hora antes ele toca-me no ombro cumprimenta-me diz-me o nome e tivemos o resto da hora a falar.

- Ok. Qual é o teu nome todo?

Ai, que perguntas mais parvas!

- Chamo-me Isabella Marie Swan.

- Que nome mais bonito, principalmente Isabella.

- Nã, eu não gosto de Isabella, gosto muito mais de Bella!

- Ok.

- Mais perguntas?

- Não. Quer dizer sim. – ai ai.

- Diz lá. – uma rapariga tem mesmo de ter paciência!

- Queres tomar o pequeno-almoço comigo? – perguntou.

Eu não queria magoar os seus sentimentos mas sempre fui uma pessoa que diz as verdades portanto disse-lhe:

- Não, mas obrigada na mesma.

E sai porta fora. Epah eu acho que estou a apaixonar-me por dois rapazes ao mesmo tempo! E agora?!

Fui para um parque aqui ao pé e sentei-me num dos bancos.

Comecei tipo a pensar “Quero morrer” ou “Quero ir para casa”!

Pôs os joelhos em cima do banco e a cara entre as pernas, e comecei a chorar.

Como posso gostar de dois rapazes ao mesmo tempo? Isto não é só nos filmes? Ok, não é só nos filmes porque eu provei isso cientificamente!

Passei assim a manhã até que o meu estômago roncou. Ok ele tinha razão! Não como à horas.

Então como não cria encontrar o Edward, fui até ao centro comercial a pé.

Passado uns 15 minutos lá estava dentro.

Fui ao McDonalds e pedi umas porcarias quaisquer, que só fazem mal à saúde.

Sai do centro e fui novamente para o parque. De repente vi uma menina mesmo fofinha, no meio do parque a chorar. O que terá ela? Fui a correr para o pé dela, agachei-me.

- Olá, fofinha. O que tens? – perguntei.

- O meu mano… não quer que eu vá andar de escorrega e eu fugi… dele e agora não sei onda está… - respondeu-me.

- Como é que o teu mano se chama?

- Justin.

- Ah, então tu és a Jasmyn?

- Sim. A esta hora o meu mano já deve estar à minha procura!

- Anda vamos procura-lo juntas, sim? – perguntei.

Ela acenou-me com a cabeça em sinal de afirmação. Peguei nela ao colo e fomos procurar o Justin.

Passados uns cinco minutos ele aparece à nossa frente, desorientado à procura da Jasmyn.

- Jasmyn, que tal formos, em silencio, pregar um susto ao teu mano? – perguntei.

- Sim!!! – disse ela a bater palminhas. Ai que fofa!

Fomos devagarinho até que chegamos à trás dele e eu, com a mão livre, contei até três e dissemos ao mesmo tempo:

- Olá Justin!

Ele com o susto deu um salto para trás e pôs a mão direita na direcção do coração.

- Fogo assustaram-me… Oh menina Jasmyn porquê que fugiste de mim? – perguntou.

- Eu fiquei zangada porque não me deixas-te andar no escorrega e fugi de ti… Desculpa mano! – explicou.

- Não faz mal! Agora agradece à Bella! – pediu.

- Obrigada Bella!

- Não tens de quê pequenina! – disse-lhe dando-lhe uma festa na bochecha.

- Desculpa, mas eu e a Jasmyn temos de ir para casa! – disse o Justin.

- Não faz mal! Eu também tenho de ir! Adeus! – disse enquanto me afastava.

Cheguei à porta de casa e suspirei. Depois de cinco minutos ali especada entrei em casa.

Claro que o Edward fez-me a pergunta que eu já estava à espera:

- Estás bem? Sais-te de casa a correr!

- Sim estou bem. Agora deixa-me que quero ficar sozinho com o Black! – disse entrado no quarto!

O que fiz de mal na outra vida para merecer isto, neste vida?




My Love Fics @ 19:36

Sex, 24/06/11

 

Capitulo 2

 

Acordei no dia seguinte às 12h05m. Em toda a minha vida nunca tinha dormindo tanto mas pelo menos tinha uma explicação.

Ainda faltava 3 horas para estar com o Jus e já estava ansiosa.

Fui tomar banho e vesti uns calções de ganga e uma t-shirt a dizer “Yes I Can” e uns all-stars pretos. Sempre me disse isto a mim própria e sentia que hoje era o dia perfeito para vestir esta t-shirt.

Desci a escada, mas não havia ninguém em casa. Então fui directamente para a cozinha, olhei para a bancada e estava lá um recado:

“Querida,

Fomos comprar comida para a casa, não tínhamos comida nenhuma. Como quando saímos estavas ferrada no sono não queríamos-te incomodar ainda por cima depois do mau bocado que estiveste ontem. Se tiveres fome deixamos-te, no frigorifico, um bife com massa!

Se quiseres ir aqui ao Centro Comercial, vai para a paragem aqui ao lado de casa e sai na 4º paragem.

Voltamos para casa às 15h, a Alice e a Rosalie querem comprar roupa!

Bj,

Cullens”

Como já estava a ficar com um pouco de fome fui ao frigorifico, retirei o prato com o bife e massa e aqueci no microondas.

Comi um pouco depressa pois ainda tinha de apanhar o autocarro para o centro.

Fui ao meu quarto tirei uma mala pequenina com um laço e pôs lá o essencial, apenas o meu telemóvel, chaves e carteira.

Antes de sair de casa apenas deixei um pequeno aviso a dizer que ia ao centro comercial com um amigo.

Sai de casa e ainda por cima tive de correr para apanhar o autocarro. Felizmente o motorista não daqueles estúpidos que quando vêem uma pessoa a correr feita maluca, eles avançam com o autocarro.

Quando subi o primeiro degrau do auto agradeci quase sem fôlego:

- Obrigada.

Quando chegou a 4º paragem sai. A paragem era mesmo em frente do centro. De rompante, pelo canto o olho, pareceu-me ver Alice e os restantes membros da família, mas não liguei, pois já tinha visto quem eu procurava.

Fui a correr até ele acenado com o braço direito. Quando cheguei ao pé dele dei-lhe um enorme abraço.

- Wow, tiveste saudades minhas, foi? – perguntou-me no gozo.

- Por acaso não, só tive medo que tu fosses um fruto da minha imaginação!

- Nem por isso… Sou eu Justin Drew Bieber em carne e osso!

- Pois a essa parte já tinha chegado à conclusão, mas obrigada pelo esclarecimento na mesma Sr. Bieber.

- Pois, pois… Vá despacha-te que quero ver se ainda à umas sapatilhas na Nike que vi ontem durante a secção de autógrafos! – resmungou.

- Tu és sempre a mesma coisa… - disse-lhe

Olhei para trás e vi realmente a família Cullen a olhar para mim com um olhar de admiração, mas não me importei! Estava com o meu ídolo no Shopping e isso é que me importava.

* * *

Já comprei uma t-shirt, uns calções (sim, sou louca por calções) e umas sapatilhas. O Justin é que me comprou as sapatilhas, que querido. Eu bem insisti para ser eu a pagar, mas ele insistiu também até que eu desisti.

- Então, já fizeste as tuas compras, ou queres comprar mais sapatilhas? – perguntei-lhe.

Podem não acreditar mas ele hoje só em sapatilhas, comprou 2 pares!

- Já. Podes-me dizer as horas? – perguntou.

Olhei para o meu relógio.

- São… 17h30m. – disse-lhe. – desculpa tenho de ir andando para casa.

- Queres que te leve a casa?

- Não. Sabes é que eu não sei como é para chegar lá de carro. Só sei mesmo chegar lá de autocarro. Não te importas pois não? – respondi-lhe.

- Claro que não. Fica para a próxima. – aproximou-se de mim e deu-me um beijo na bochecha.

Dirigi-me para a paragem de autocarro e tive de esperar uns 5 minutos.

Quando cheguei à paragem vi um gatinho muito magrinho devia ter pelo menos 5,6 meses.

Aproximei-me dele e peguei-lhe.

- Então pequenino? Quem foi o malandro que te deixou aqui? – disse para o gatinho.

Ainda não vos contei mas fiquei com o número da Esme para telefonar-lhe, tipo em casos de emergência.

Marquei o seu número e Esme atendeu ao 2 toque.

- Estou? – disse.

- Sim, Esme? – respondi

- O quê que se passa, querida? – ouvi perfeitamente Emmett a rir-se ao lado de Esme.

- É que eu estava a sair aqui na paragem, e vi um gatinho muito magro que deve ter uns 5,6 meses… Está mesmo muito fraquinho, para imaginar nem se mexeu quando eu tentei pegar! – fiz uma pausa para ganhar coragem – Posso leva-lo? Eu tomo conta dele! Prometo.

- Espera só um bocadinho, vou aqui perguntar ao resto. – fez uma pausa para perguntar se podia levar.

Já tinha passado uns 3 minutos e nada. Já estava a ficar nervosa.

- Ainda estás ai, querida? – perguntou Esme.

- Sim, estou.

- Nós conversamos e… - ai, que mania os mais velhos fazerem isto. – Sim! Podes leva-lo!

Eu nem queria acreditar! Nunca contei isto a ninguém, nem mesmo à minha mãe, mas eu sempre quis ter um gatinho!

- Obrigada, Esme! – agradeci – Vou já para casa.

E desliguei.

No resto do caminho que me faltava para chegar a casa fui a correr.

Quando cheguei à porta parei e respirei fundo, e lá entrei.

- Cheguei! – disse e todos começaram a rir-se.

- O quê que tem tanta piada? – perguntei.

- Nada. Apenas não estamos habituados quando alguém chega dizer isso, pirralha! – respondeu-me o Emmett.

- Não me chames pirralha! – disse.

- Fazes-me o quê? – perguntou.

- Deixa-me da mão, não estou com paciência para isso! – disse-lhe.

Dirigi-me para a cozinha e procurei comida que pudesse dar ao pobre gatinho.

Numa taça pôs um bocadinho de pão e noutra um bocado de leite. Peguei no gatinho e nas duas taças e dirigi-me para o meu quarto.

Abri a porta com muito cuidado para não deixar cair nada. Pôs as taças num canto do meu quarto e posei o gato à frente das mesmas.

Ele olhou para mim, olhou para as taças e começou a beber e a comer.

Ai, que fofo… e querido!

Alguém interrompeu o meu pensamento com um toque na porta.

- Sim?!

Abriu a porta e vi quem era, era Edward.

- Posso entrar?

- Sim, claro.

- Então, gostas muito daquele rapaz, com que estavas no centro comercial, não? – perguntou.

- Não… Ele é apenas o meu ídolo, nada mais! – respondi.

- Ele não é demasiado novo, para ser teu ídolo?

- Quantos anos pensas que eu tenho? – perguntei

- Hmmm, uns 19? – comecei-me a rir.

- Ahahahah

- Não acertei? – perguntou.

- Não, eu tenho 17 anos. Agora diz-me quantos anos pensas que ele tem.

- Uns… 14? – perguntou.

- Edward desculpa dizer isto mas… és muito mau a tentar adivinhar idades… Ele tem 16 a alguns dias de fazer 17. – respondi-lhe.

- Pois… já me disseram isso.

Ficamos um bom bocado sem falar.

- Bem… Vou deixar-te ficar, sozinha com o… Já tem nome?

- Sim tem… É o Black. – respondi.

- Então vou-te deixar sozinha com o Black. Até logo.

- Até logo.

E deitei-me na cama a ver televisão e a fazer festas na cabeça do Black. Isto resultou numa única coisa: Eu e o Black acabamos por adormecer.